Acontece

Vinho. Pouco valor e muito barulho.

O Setor do Vinho e principalmente o Lobby gaúcho do Vinho tem uma performance política de chamar a atenção.

Como se sabe esse setor na economia é perto de zero. No PIB o vinho é menor que 0,04 %, ou seja, nada.

Mas eles gritam e esperneiam com vontade e conseguem assustar gente grande, o último exemplo aconteceu ontem.

Como tem sido noticiado e muito mal noticiado, diga-se, na imprensa brasileira, atualmente mais preocupada em fofocas políticas do que informar os brasileiros, foi assinado o Acordo de Livre Comércio entre Mercosul e União Européia, tema que todos dão opinião mas ninguém sabe direito como acontecerá…

Esse Lobby chegou a deixar na saia justa o gaúcho Onix Lorenzoni, que quase comicamente se manifestou contra a assinatura do acordo… Acontece que da mesma forma que o Vinho é nada do PIB, é também nada nesse acordo. Mas isso não entra na conta quando o barulho é grande e representa voto.

Então nem bem se assinou o acordo os produtores nacionais já conseguiram um afago de uma graninha na faixa… Algo como R$ 150 milhões de ajuda para diversos fins, conforme anunciou ontem a Ministra Teresa Cristina. Vale ler também Aqui.

 

Me desculpe a chatice, mas vejam, há muito pouco tempo, acho que no ano passado, o governo num lance repentino e numa canetada subiu o IPI dos Vinhos. Vinhos que até U$ 70,00 ficava em R$ 0,73 de IPI passou para 10% do total!!

Agora o que faz o governo, pega uma parte dessa grana e agrada a cabecinha do produtor brasileiro, devolvendo a ele como um presente.

Os produtores brasileiros que são míopes e egoístas batem palmas, até por que esse IPI vem mais de vinho importado (que eles ignorantemente consideram seus concorrentes e seus inimigos) e batem palmas.

Ora, por que não forçaram em voltar o IPI anterior? não seria melhor para o mercado?

MIOPIA    AMADORISMO    INDIVIDUALISMO

 

Comments

comments