Acontece

Vinho Natural para pessoas sérias.

Toda vez que se fala de Vinho Natural, parece que se abre uma fenda e separa-se em lados opostos as pessoas a favor e contra.

Porém há pessoas sérias, que buscam fazer o melhor que podem, usando seus conhecimentos e pesquisas, trabalhando com paixão na busca de um vinho sincero. O Fernando Paiva é assim e encontrou uma maneira de se pivrar do SO2.

O FernandoPaiva da Quinta da Palmirinha é uma das pessoas sempre presentes ao Simplesmente Vinho.  Ele para mim é um anjo. Um cara modesto, super culto, sério, na dele, fazendo vinhos simplesmente extraordinários.

Eu já publiquei deversas vezes sobre seus vinhos que lamentavelmente não chegam ao Brasil, mas se você não sabe direito a respeito do Fernando, sugiro que leia este artigo do jornalista e também produtor de excelentes vinhos (MAPA), o Pedro Garcias, que escreveu em sua coluna no Publico, onde coloca as letras certas a respeito do Fernando.

De uns anos para cá o Fernando resolveu estudar a coisa de eliminar o uso de SO2 e por suas pesquisas acabou por encontrar um trabalho que a Universidade de Bragança (PT), estava fazendo com queijos.

 

Fernando Paiva

 

O Fernando então debruçou-se nisso e já em 2016 havia feito um experimento com alguns litros e eu pude provar esses vinhos, com e sem o SO2. Gravei também na ocasião, veja:

 

Nesta última edição do Simplesmente Vinho, o Fernando já estava fazendo história, pois diversos produtores começavam a seguir seus passos no uso da Flor do Castanheiro. Eu gravei com ele, explicando como fazia a aplicaçnao da Flor do Castanheiro. Ele conta tudo, pois como disse é um anjo.

 

 

Quando em 2015 estive na Quinta da Palmirinha, com a Nazira, tive o prazer de estar hospedado na casa deles e conheci a sua netinha, a Mariana que é um doce de menina, linda, inteligente, esperta. Ela ganhou um vovô brasileiro, fez um desenho para nós e ficamos com essa ligação. Este ano o Fernando me puxa de lado e diz, Olhe o que “sua neta”fez para você… e me dá um pacotinho de biscoitos, deliciosos aliás, com este bilhetinho dela. Que amor. Que delícia. Como me alegrou. Um beijinho Mariana querida!

 

Comments

comments