Acontece

Caso ZENKER 2 anos. Eu não esqueci não.

Caso Zenker completa 2 anos. VERGONHA

A página mais vergonhosa na história do Vinho brasileiro, completa este mês dois anos. Uma vergonha. Uma cicatriz na cara das entidades do Setor que levarão para sempre isso.

Um pequeno produtor artesanal, teve suas 7 mil garrafas de vinho lacrados e virou fiel depositário, por denúncia anônima de colegas invejosos. Veja abaixo os links para se inteirar.

Imagine. O cara foi denunciado anonimamente por três bananas covardes, dois deles enólogos!, que serviram de paus mandados pelo setor que ficou enciumado por o Zenker ter saído na TV Globo.

Se você não sabe do caso, veja estes links:

http://www.didu.com.br/2017/08/o-que-me-admira-no-caso-zenker/

http://www.didu.com.br/2018/06/um-ano-de-caso-zenker-uma-vergonha/

http://www.didu.com.br/2019/04/onze-perguntas-uma-resposta/

http://www.didu.com.br/2018/07/14948/

https://paladar.estadao.com.br/blogs/blog-da-belle/entusiastas-se-mobilizam-em-defesa-de-produtor-de-vinho-natural-do-rs/

http://www.saintvinsaint.com.br/2017/06/eduardo-zenker-camapnha-colaborativa-no-ar/

 

É assim o Brasil. Pequeno, Amador, Baixo. Os denunciantes cantam seu hino do RS com a mão no peito e sabem de cor a letra, mas denunciam seu colega por inveja… Uma vergonha, uma tristeza. Vejam, o Zenker com seu excepcional talento, deveria ter sido amparado e ajudado, pois estava abrindo caminho para experimentos que o setor não faz. Abrindo caminhos, Mostrando coisas novas. Experimentando. Mas não, fez sucesso e incomodou. Sete mil garrafas… hahahahaaaa.

O IBRAVIN, de onde tudo saiu, se cala e acha que com o tempo o caso será esquecido, mas não se esquece nunca uma coisa dessas. Foi baixa demais.

Vejam o absurdo. Cerca de 90% dos produtores brasileiros são pequenos. Cerca de 90% estão ilegais se o MAPA for rígido com a fiscalização de suas exigências para se produzir vinho no Brasil, pois as exigências são as mesmas de uma grande indústria.

Um pequeno produtor amigo meu acaba de conseguir o registro do MAPA, nem vou dizer quem é pois não acham legal ser amigo do didú hoje no rio Grande do Sul…, mas ele gastou cerca de R$ 200 mil para ficar com tudo em ordem e ter o seu certificado!!! R$ 200 mil !! Isso é o que precisa um produtor artesão para se certificar!!!

Os absurdos são enormes, pois o MAPA mostra total desconhecimento do Vinho Artesanal ao exigir o que chamam de “boas praticas vitivinícolas ”Basta dizer que se essas regras fossem aplicadas na Europa, nós não teríamos nenhum dos grandes vinhos que conhecemos para tomar. Estão todos fora das exigências das boas praticas vitivinícolas. Elas se baseiam num ambiente asséptico, de total controle, onde o enólogo então pode comandar a sua orquestra do modo como acha que o vinho tem que ser. Um vinho artificial. É essa a regra do MAPA que nada sabe de vinho artesanal. Uma vergonha.

Outra vergonha é a lei do Vinho Colonial. Ele permite ao produtor de uva que ele produza seu vinho mas não permite que ele venda a estabelecimentos comerciais, nada de vender para CNPJ. Mas as uvas sim, essas ele pode vender para CNPJ, pois a grande indústria de vinho precisa de uvas. Então ele fica acorrentado, subjugado, vendendo por R$ 4,00 o quilo da uva quando poderia vender por R$ 50,00 uma garrafa de vinho. Que tal isso? Muito justo não? E o Ibravin, acha legal isso.

Outro absurdo. Nenhum dos produtores que estão ilegais como o Zenker, se levantou em sua defesa. Ninguém. Bacana isso não? Mas olhem, vamos na festa cantar nosso hino com a mão no peito heim pessoal. Por favor. E lembrem desta estrofe:

Mas não basta pra ser livre

Ser forte, aguerrido e bravo

Povo que não tem virtude

Acaba por ser escravo

 

VERGONHA VERGONHA VERGONHA é o que sinto. TRISTEZA TRISTEZA TRISTEZA é o que sinto também.

 

Eu falei com Zenker pelo Whatsapp e ele me enviou o seguinte e-mail que reproduzo abaixo para vocês:

 

Boa tarde Didú

 

Saudações…

 

Como o Eduardo lhe falou via áudio o processo ainda não findou. Se não for julgado em até novembro vai pro 2020.

Nosso advogado tem a esperança de salvar os vinhos porém é algo pouco provável.

O fato é que após a escrita do Livro viramos essa página e estamos focados em emprender no vinho.

Essa vindima 2019 elaboramos nossos vinhos na vinícola Os Viventes para que saia com registro no MAPA.

Próximo passo iniciar a construção de nossa vinícola em São Rafael e estamos estudando a implantação de novo vinhedo pois o nosso infelizmente morreu.

Nesse meio tempo tivemos uma proposta de contar nossa história de superação que envolve o mundo do vinho em uma palestra.

Segue link para dar uma olhada…a proposta do site é promover experiências com o tema vinho. www.terroirnatural.com.br

O evento, que estamos trabalhando no momento, enquanto ainda não podemos comercializar nossos vinhos legalmente e livremente tem o título de “Experiências de conexão vínica”. Estreiamos dia 10.06 no Sebrae de Caxias do Sul promovido pela plataforma Terroir Natural

No primeiro momentos explanamos o case de empreendedorismo de superação. E depois degustamos algumas criações e compartilhando vivências. Venda de nosso livro e autógrafos. O objetivo principal é inspirar pessoas através de nosso história de superação através do vinho. Segue foto em anexo do evento.

 

 

A ideia é seguir para outros estados na sequência.

Estamos felizes e empolgados de poder inspirar através de nossa paixão pelo vinho às pessoas seguirem na busca seus sonhos.

Também somos eternamente gratos pelo teu apoio e sinceridade Didú.

Um beijo e até breve..

Att

Gabriela e Eduardo

Comments

comments