Acontece

Terra Noble e a linha Dissidente

Ontem foi um prazer estar na Decanter, reencontrar com Adolar Hermann e participar da Master Class com o enólogo Marcelo García e com o Gerente de Expotações Gonzalo Badilla Z., de Terra Noble.

O Terra Noble é de longa data um produtor do portfolio da Decanter. Sempre foram vinhos convencionais muito bem feitos e bem posicionados no mercado, notadamente na linha de entrada que por muito tempo foi abaixo dos 50 Paus, agora está por volta dos R$ 60,00/70,00 com um Sauvignon Blanc delicioso para o dia-a-dia e um Merlot espetacular na linha gran reserva e melhor ainda o Carignan. super show já na faixa dos R$ 186,00.

Mas havia uma surpresa que realmente me agradou, sua linha Dissidente, ainda sem preços definidos e nem data certa para lançamento, com vinhos radicais e livres, com fermentação expontânea e usos variados de fouldre e barricas usadas, ovos de fermentação, vinhos avant-garde e conectados com o consumidor de vinhos naturebas. Adorei.

Essa linha vem com um vinho laranja de Pinot Blanc e Pinot Gris e dois tintos, um de Syrah e Tmpranillo e e outro de Carignan, Garnacha e Mourvèdre, meu predileto.

Eu gravei com eles, veja:

Comments

comments