Acontece

Simplesmente Vinho 2019 – Covela

Presença sempre confirmada no Simplesmente… vinho, Tony Smith da Quinta da Covela, apresentou novidades. Veja:

Marcelo Lima, brasileiro, e Tony Smith, britânico, são os proprietários da Quinta da Covela e também da Quinta da Boa Vista e ainda da Quinta das Tecedeiras.

Apaixonados pela região e confiantes no potencial dos vinhos portugueses, Marcelo e Tony criaram, em poucos anos, uma empresa produtora de vinhos de qualidade com raízes lusas mas com forte capacidade de internacionalização.

Em seu site você fica sabendo que Lima e Smith começaram por adquirir, em junho de 2011, a Quinta de Covela, uma propriedade debruçada sobre o rio Douro, nas terras graníticas que ficam na transição entre o Douro e o Minho (na sub-região de Baião no D.O.C. dos Vinhos Verdes), dando-lhe nova vida, através da readmissão da antiga equipa de enologia e viticulture, da renovação da adega e de outros espaços da quinta e da recuperação de vinhas. Fruto do trabalho e do investimento efetuado, dois anos depois, em 2013, surgiram os primeiros vinhos Covela, oEscolha Branco 2012, o Edição Nacional Branco 2012 (o primeiro vinho verde desta propriedade) e o Covela Escolha Tinto 2012. Da autoria do enólogo Rui Cunha, envolvido no projeto Covela desde o princípio, os vinhos Covela têm sido objeto de boas críticas, sendo que os brancos de 2012 esgotaram poucos meses após o seu lançamento. Em 2013, a Lima Smith foi premiada como viticultor do ano pela Revista de Vinhos pelo trabalho feito na Quinta de Covela.

Em julho de 2013, a Lima Smith alargou a sua presença no setor, adquirindo uma propriedade na Região Demarcada do Douro, a Quinta da Boavista. Esta quinta emblemática do Douro, associada sempre ao nome do Barão de Forrester, tem 80 hectares, dos quais 40 de vinhas – e nove dos quais de vinhas velhas quase centenárias – e situa-se junto ao Pinhão. Os primeiros vinhos da era Lima Smith, feitos à base de uma produção cuidadosamente artesanal e levando as marcas Quinta da Boavista e Boa Vista, foram lançados em 2016.

Visando alargar o portefólio do grupo, a Lima Smith ainda adquiriu, em agosto de 2013, a marca Quinta das Tecedeiras e um contrato de aluguel de longa duração, ao grupo Global Wine/Dão Sul. Os primeiros vinhos e azeites Tecedeiras com uma nova imagem de marca sairam em 2014.

Marcelo Lima, nativo do estado brasileiro de Minas Gerais, é acionista do grupo brasileiro Artesia, com interesses em várias áreas, desde a refrigeração comercial à banca.

Tony Smith é britânico, jornalista, ex-correspondente da agência The Associated Press e do The New York Times e ex-diretor da editora Condé Nast Internacional. Tem ligações a Portugal desde 1988 e trabalhou vários anos no país e no brasil como correspondente, editor e executivo. Está à frente da Quinta de Covela desde 2011.

Comments

comments