Acontece

Olivardo Saqui em 4 Tempos

Resolvi dividir este post sobre a visita que fiz à Quinta do Olivardo em quatro tempos: Tempo I O Olivardo Saqui, Tempo II os Miúdos, Tempo III O vinho dos Mortos e Tempo 4 A Comilança.

 

Olivardo Saqui me surpreendeu e virou meu amigo de infância. Há pessoas assim, de repente você fica conhecendo e gostando se sentindo em casa. A razão não é apenas a empatia e o acaso, mas a Sinceridade do Olivardo. A história do Olivardo, o exemplo do Olivardo. Um case a ser divulgado. Mas você vai saber por ele mesmo neste flagrante que gravei com ele logo na minha chegada. Veja:

 

Benjamin e Mia na chegada, com o chapéu da Quinta do Olivardo e o copo para o Suco de Uva.

Os Miúdos se divertiram a valer. Foi uma novidade e uma experiência sensacional de ligação do homem com a terra, a parreira, colher as uvas, pisar as uvas, um programa que ligou o que o avô vive falando e contando na prática, com alegria e uma grande farra. O Olivardo sabe fazer as coisas, um super craque, valorizando a história, as culturas, passando cultura, valorizando nossa bandeira. Tudo muito bem pensado e bem feito. Vejam, um cara que é filho de italianos, do Paraná, casado com uma portuguesa, soube transformar um momento difícil da vida com sabedoria e com talento, mas acima de tudo com muito trabalho. Fico orgulhoso de ver pessoas assim. Ele fez. Eu gravei alguns momentos para vocês terem uma idéia. Vejam:

 

 

O Vinho dos Mortos que tem história interessantíssima, foi outro mote do Olivardo para promover o que faz que é Vinho. Suas uvas lá são todas Americanas, que é a preferência nacional, diga-se, mas ele traz uvas do Rio Grande do sul para produir esses vinhos finos, um Chardonnay que foi meu predileto, de leveduras indígenas e sem passagem por madeira, um Cabernet Sauvignon e um Merlot, estes com pequena passagem por madeira, mas discreta e bem feita. Vejam o que é saber trabalhar. O Olivardo pegou uma história, criou um evento, agregou valor ao seu rótulo que vende a R$ 72,00 e sem intermediários! Ele só vende lá e vende tudo! Que tal? Tem gente que choraminga e tem gente que trabalha, que pensa, que acredita e que faz. Parabéns Olivardo. Show. Eu gravei também com o Olivardo falando do Vinho dos Mortos e vou levar a Nazira numa noite dessas de fado, ora se vou…

 

 

O delicioso e farto Bacalhau da Quinta do Olivardo, um dos mais prestigiados.

A Comilança é outro ponto lá do Olivardo. Fora uma seerie de quiosques ao ar livre com petiscos diversos e uma estação para a criançada fazer Pastel de Nata, êle tem a Espetada, uma tradição da Ilha da Madeira de onde veio sua mulher, tem um Bacalhau espetacular, uma Alheira com um toque de bacon deliciosa e tem um Leitão, que para mim foi o ponto alto, feito pelo seu irmão Toninho, que eu fui gravar e ainda peguei a receita e os truques dele… você vai gostar.

 

Grazie Amigo Olivardo, você é um exemplo de pessoa e de trabalho, o Brasil precisava de mais pessoas como você. Sucesso Amigo!

Comments

comments