Acontece

Vinho Verde Wine Fest 2018

Alfredo Rente, Carol Orantes e Didú

Ontem eu tive o privilégio de estar entre os convidados para um almoço especialíssimo sob a batuta do Chef Renato Cunha do restaurante Ferrugem, que veio especialmente para o Vinho Verde Fest Brasil, com a presença do Alfredo Rente e do Tomás Gonçalves, que é o Diretor de Marketing da Comissão do Vinho Verde CVRVV.

O convite veio da Carol Orantes e da organização do evento (Beto Duarte) e aconteceu na própria Casa da Fazenda no Morumbi, local onde acontece o Vinho Verde Wine Festival.

O simpático Alfredo Rente há anos é quem promove os Vinhos Verdes no Brasil. Eu aproveitei para gravar com ele e com o Tomás também, veja:

 

O Chef Renato Cunha do Restaurante Ferrugem deu um show, de competência e simpatia, basta ver essa entrada com sardinhas para você ter uma idéia…

O cara é um craque e como todo bom Chef Português, conhece bastante de vinhos, coisa que os nossos aqui deixam a desejar, tratando o vinho como um coadjuvante…

Chef Renato Cunha

A sequência depois das sardinhas foi um Bacalhau confitado em azeite virgem extra, puré de batata e colagénio de bacalhau e vegetais. Devo dizer que foi um dos melhores purés de batata que comi na vida. Em seguida um Arroz de Pato, este sim certamente o melhor que já provei, sem sombra de dúvidas.

Os vinhos foram pela ordem: Quinta D’Amares Loureiro, São Caetano Arinto, Quinta da Calçada Reserva de Alvarinho, Loureiro e Arinto, Covela Avesso Edição Nacional, Soalheiro Alvarinho 2011 (meu predileto do almoço) e o Afectus Early Harvest que acompanhou a sobremesa.

Como faço sempre e agora mais para reforçar minha rabugice, insisti que se promovesse aqui o Vinho Verde Tinto de Vinhão, companhia ideal para gorduras e para o nosso tutu de feijão, e que se servisse na tigela, como manda a tradição. Sou defensor da tradiçnao e por essa razão reivindico sempre também a agulha no Vinho Verde, uma marca inconfundível de frescor e regionalidade que não pode ser perdida, secondo me…

Lamentei minha agenda não permitir ficar para a feira e rever alguns Amigos queridos, caso do Manuel Resende Teixeira da Quinta de Santa Cristina, mas como diz o velho Rabino, não há tudo de bom para todos…

Comments

comments