Acontece

Didú, Luciano e Pagliari

Ontem, Pagliari e eu fomos almoçar com o grande Luciano Percussi. O Luciano está com 92 anos e acabou de chegar da Itália onde vai todos os anos visitar seus amigos e matar as saudades de seu país de origem.

O Pagliari que é elegante e generoso levou um Ca’Marcanda do GAJA, de 40% Vermentino, 40% Viognier, and 20% Fiano. Foto abaixo e eu levei um Nebbiolo Langhe do Mauro Molino, a comida, o serviço e o carinho, dispensam comentários, foi show.

 

 

Para quem não conhece a história dele, basta assistir esta entrevista que fiz com ele no meu antigo programa da CNT o Celebre, em 2012, lá ele conta como a Vinheria surgiu. Vale a pena…

 

 

Foi uma delícia de encontro, o Luciano fala baixinho e com bastante sotaque e a primeira coisa que pedi a ele foi para me lembrar o nome da peça ou instrumento antigo que era usado para retirar o azeite que era usado para vedar o vinho na garrafa ou na ânfora, que as famílias compravam localmente… Chama-se Fiaschetta… Veja ele explicando como funcionava…

 

 

Foi muito divertido… hahahahahaaaa depois falamos sobre o que evoluiu no mercado do vinho e ele deu seu depoimento… para quem não sabe o Luciano foi o primeiro endereço, ele e fazendo justiça também o Clovis Siqueira de saudosa memória, que também vendia vinhos em taça em seu La Cave no itaim, onde tinha vinhos do Guglielmone também.. Assim, esses dois foram os primeiros endereços a oferecer vinhos em taça.

 

 

Aproveitando o momento tão agradável e a experiência do Luciano, pedi que ele deixasse um recado aos novos do vinho… veja:

 

E foi assim… aproveitei para convidar o Luciano para minha festa quando comemorar os 120 anos, ele disse que irá… Grazie Amico!!! Cent’Anni!!!

Comments

comments