Uncategorized

Adegas e Wine Coolers

Adega

Ter uma dessas “wine cooler” é legal, mas saiba que isso não é uma adega. Adega de verdade deve contemplar diversas posições (quantidades de garrafas). Vinhos para guarda, de diversas procedências, vinhos para o dia a dia, uma boa compra de oferta, vinhos para festas, vinhos comprados  “en primeur”, e assim por diante. Isso contemplaria umas 500 posições!

O importante para o vinho é: ausência de luz, ausência de cheiros (inseticidas por exemplo), boa umidade (70%) pouca variação de temperatura, ideal em torno dos 13ºC. Se você tem algumas garrafas especiais que ganhou de presente, ou que comprou para uma comemoração especial, eles não devem correr esses riscos. Nesses casos seria oportuno uma “wine cooler” inclusive há as de bom porte.

 

Wine Cooler

Se você porém não tem uma adega e nem uma “wine cooler” não há problema, procure o lugar mais fresco de sua casa e é lá que você deve deixar seus vinhos, tomando os cuidados descritos acima.

Quando for beber seu vinho, coloque-o na geladeira por mais ou menos 30 minutos. Depois disso deixe a garrafa desarrolhada na mesa. Em aproximadamente 15 minutos o vinho estará numa temperatura bem adequada. Ele vai estar perfeito, pode apostar.

Antigamente se costumava chamar esse processo de equilíbrio das temperaturas de guarda e serviço do vinho de aclimatação, ou de “chambrer”. Hoje ninguém mais usa esse termo. Em lugares muito frios se costuma até colocar o vinho perto da lareira, antes de servi-lo, diante da enorme diferença de temperatura entre a adega e o ambiente.

Mas aqui no Brasil, se fala muito em temperatura ambiente. Mas de que ambiente? A de Campo Grande no verão ou de Campos do Jordão no inverno? A temperatura ambiente a que se costuma referir é a das caves na Europa. Mas isso é um outro assunto. Saúde!

Comments

comments