Acontece

Le Severo em São Paulo?

Desde que em 2013 a Lis e o Ramatis foram ao Le Severo (8 Rue des Plantes, 75014 Paris, França), Nazira e eu ficamos com o endereço na lista. No ano seguinte não deu outra. Le Severo.

O lugar é meio fora do circuito habitual dos endereços descolados, o William Bernet o dono, que de início é fechado e um caricato francês de cara fechada, na verdade é um gentleman e simpaticíssimo depois que lhe conhece.

Me lembrei que o Ramatis contou que pediu um vinho “picão” quando foi e o William abriu a garrafa e enfiou literalmente o nariz no gargalo para avaliar e serviu-lhe dizendo: Muito bom!!! Muito bom!! Era vinho de € 120,00 !!!! hahahahahaaa. Adoro esses tipos.

Hoje somos como amigos, afinal sempre que vou a Paris bato ponto lá invariavelmente. Não foi diferente este ano com a companhia do Demian e da Clarinha, meu filho e nora e lá fomos para curtir as maravilhas do açougueiro cult que tem uma filial de sua casa em Tokyo e que nos surpreendeu ao contar que abrirá uma em São Paulo!!!

 

O salão é pequeníssimo, ele e mais um fazem tudo e as carnes são IMPECÁVEIS. Sua carta de vinhos é toda de Naturebas e não há opções baratas não, saem de uns € 80,00 mas só tem maravilhas lá. As batatas fritas do Le Severo valem a visita ao local, como seu Boudin Noir também, meus prediletos, independentemente de seu dry aged famosíssimo muito antes de virar moda por aí e seu steak tartare de comer ajoelhado. Pedimos um Vacqueyars do produtor Le Sang de Cailloux que fomos obrigados a repetir…

 

Um detalhe, as taças que o William usa nas mesas são aquelas ISO pequenas… mas falamos de Paris e da qualidade do Le Severo, onde tudo está perfeito… aliás em Paris, todo mundo acha tudo legal, mesas apertadas, lugar espremido, taças pequenas, serviço precário, etc., aqui é que o cara quer três garçons à sua volta, tacas Riedel Grand Cru e mesas quase que acomodariam o dobro de pessoas.

 

Neste vídeo o William contando da origem do nome Le Severo, quando ele pegava uma garrafa de Cognac do produtor Paul Giraud. Sensacional.Já estou com saudades. Aguardemos o endereço paulista…

 

 

Comments

comments