Acontece

Pagliari lançou seu site!!!

Pagliari, o Dom Jerez

Eu adoro meu Amigo José Luiz Giorgi Pagliari, fico sempre pensando como farei se ele um dia por ventura vier a falecer. Como vou viver 180 anos, esse tema de perder Amigos me preocupa. somos do mesmo ano de 51, eu de agôsto, ele de dezembro. ele é culto e educado, eu inculto e sem educação. ele sempre discreto, apaziguador, eu pulando no palco e na maioria das vezes falando bobagens. Eu cutuco e aponto erros, as críticas pulam de minha boca antes mesmo que o raciocínio me impeça, ele pondera, mostra o outro lado, pega mais um de seus panos quentes…

E… somos amigos. Talvez justamente porisso… Eu me orgulho demais dessa nossa Amizade e estou sempre aprendendo com o Pagliari a quem chamo de Dom Jerez pois é um grande apreciador da bebida e muito me ensinou a respeito. Ele me tolera… não deve ser fácil.

Ontem num dia repleto de compromissos desde a manhã até a noite, toca meu telefone e era a Vera Pagliari, sua esposa, adoro ela tambeem, pessoa maravilhosa, culta, bem humorada, ativa e forte, mulher que resolve e sem nhem, nhem, nhem. Gosto disso em mulheres.

— Didú, é a Vera. eu preciso te contar, o Zeca (apelido familiar do dom Jerez), não quer que eu conte, mas ele está com o site no ar!!!

— Não me diga Vera???!!!! Sério?

— Sim, inclusive ele fala de você lá. Queria te contar pois você acompanhou essa luta dele por pra fora tanto conhecimento. Bacio.

Aqui um parênteses: O Pagliari é um perfeccionista, ele parece até meio disléxico quando responde algo, pois não quer errar em nada. Seus textos demoram por conta disso, ele escreve muito menos por conta disso, e por tanto, não tinha um site por conta disso também. Outra de nossas diferenças… eu escrevo errado, falo errado, me confundo e vou fazendo, vou gravando, vou postanto, fiz livros, programa de TV e tudo, e o Dom Jerez, sempre me corrigindo…

Faço um post, logo vem uma ligação: Didú, você chamou o Alvaro Palacios de Alvaro Spinoza… hahahahaha lá vou eu corrigir o engano. Outra: Didú você escreveu leveduras selecionadas quando se referia a leveduras indígenas!… hahahahahhaaa lá vou eu corrigir de novo. Como posso ficar sem esse Amigo?

Seu perfeccionismo chegou ao auge num fato que se tornou piada. O Dias Lopes, o grande Editor de Gastronomia que o Brasil conhece, era Editor de Gula e pediu ao Pagliari que fizesse um texto sobre Espanha, sei lá, deve ter sido sobre Jerez… E ele nunca entregou. O Dias saiu da Gula, montou a Gosto, está lá há mais de seis anos, por aí, e até hoje quando alguém pede algo ao Pagliari, ele responde: Acho que não vai dar por que tenho que terminar um texto sobre Jerez para o Dias da Gula… hahahahaaaaa. Esse é o Dom Jerez.

Fechado esse parientese, o fato é que esse site não saía, não saía e não saía. Até que um dia a Vera pediu a ele como presente de aniversário (dezembro), que ele colocasse o site no ar. Pois finalmente isso aconteceu!!! E porisso a Vera me contou. E ontem encontro o Pagliari no almoço da Premium e gravei isto com ele:

 

Para nós é um grande presente, o Pagliari é certamente um dos mais cultos e sérios conhecedores e degustadores de vinho que o Brasil tem. Modesto e competente, nos brinda com textos excepcionais não sío de vinhos, mas tambeem de Baralhos, que é um dos maiores colecionadores e conheceodres do assunto e de mágica!!! sim, O mágico Pagliari. Viva Dom Jerez!!!! Grazie!!!

Comments

comments