Vinhos para o Fim de Ano.

Se há algo desagradável é se lembrar dos vinhos na última hora, principalmente em período das festas de fim de ano. Gosto sempre de me adiantar e escolher com calma em diversos endereços que tenho confiança. Minha sugestão é que você faça uma lista de suas vontades/necessidades em termos de vinhos. A minha por exemplo vou fazer aqui com vocês e quem sabe sirva de inspiração. Com ela em mãos, vale dar uma espiada nos sites para verificar ofertas. Lembre-se também de que há a tal da Black Friday que os brasileiros, eternos imitadores dos americanos, resolveram fazer aqui, mesmo não tendo a tradição deles… Há descontões normalmente como o caso do Pão de Açúcar que promete jogar os vinhos com 50% de desconto.. Vale conferir.

1) Natal  Para o Natal é invariavelmente um tinto seco sem madeira para acompanhar o bacalhau, um rosé  para acompanhar o perú, um espumante para o início dos trabalhos e um espumante moscatel para as frutas e panetones.

2) Reveillon  Para o Reveillon normalmente são espumantes, se puder Champagne melhor, depende do bolso… mas se for de brasileiros eu recomendaria a você alguns que me vêm à cabeça agora:

  • Talise Brut
  • Extra Brut LH Zanini
  • Espumante Era dos Ventos Peverella
  • Cave Amadeu Brut Rosé
  • Cave Geisse Brut
  • Marcus James Brut (não há melhor relação qualidade x preço)
  • Aurora Blanc de Noir
  • Estrelas do Brasil
  • Décima
  • Chandon
  • Crua da Vinícola Hermann
  • Salton Lucia Canei Brut Rosé
  • Miolo Cuvée Tradition
  • Rio Sol Brut Rosé
  • Maria Valduga
  • Valduga 130
  • Pedrucci
  • LA Classico Brut Rosé
  • Ponto Nero Moscatel
  • Espumante Perini Brut Nature
  • Viapinana Espumante Brut 575

Entre tantos outros.

3) Verão  Para o verão gosto de ter sempre uma boa variedade de espumantes, quase sempre os que não conheço, vale sempre arriscar, pois ou se acha algo formidável que não se esperava, ou conhece-se um produto que não era tão bom, mas conhece-se. Tem que arriscar. Gosto também de ter uma seleção de brancos, quase sempre em sua maioria naturebas de leveduras indígenas. Inevitável ter à mão no meu caso de Jerez, Porto Branco Seco e se possível Madeira. São impecáveis para o aperitivo de verão com umas amêndoas torradas e salgadas, umas azeitonas verdes, etc.

Para facilitar sua vida, relaciono abaixo meus endereços prediletos:

Além desses sugiro também que você prestigie os ótimos vinhos de produtores artesanais brasileiros, que vivem em dificuldade com um país sem legislação para eles, mas que produzem o que temos de melhor. Segue a lista deles que você encontra na Enoteca Saint Vin Saint

Tagged: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário