Ná & Didú: 16.071 dias!!

 

Parece inacreditável que se passaram 16.071 dias que estou com a Nazira. Não fosse ela, eu certamente não teria chegado aos dias de hoje. Provavelmente teria ficado em algum desvio dos anos 70, completamente chapado de alguma viagem… não tenho a menor dúvida disso.

 

 

Me lembro que quando me apaixonei por ela, descobri que todos os dias às 6hs., da manhã a rádio Eldorado tocava Que Cest Triste Venise… eu adorava a música e começava meu dia já pensando nela… nós trabalhávamos juntos no Palácio dos Campos Elíseos e me lembro como se fosse hoje o dia em que me apaixonei, quando a vi descendo as escadarias do saguão central com seus caprichados e longos cabelos dourados e um raio de sol bateu nela… Cupido realmente existe.

Aqui uma gravação super elegante dessa músia:

 

Milhares de garrafas depois, hoje estamos assim… Felizes e Juntos.

Eu sei que demos sorte, sei que é raro, mas sei também que não é fácil, que há momentos difíceis que seria fácil jogar tudo para o alto, mas foi para os dois, essa busca do que provamos juntos e que é incomparável. Estar apaixonado é algo mágico e que requer atenção e empenho.

Nossa Amizade e Companheirismo sustentaram o navio em frente, passamos juntos por momentos de perdas, de necessidades, de dificuldades e também, claro, por momentos maravilhosos, de muita alegria e prazer, que aliás foram muito mais que os difíceis.

Nossa música não é o Que Ces’t triste Venise, mas La Vie en Rose, que abaixo separei duas gravações maravilhosas. Quando fizemos nossa Lua de Mel que foiu a bordo do Eugênio C que na década de 70 era algo realmente “chic”  black tie e tal… eu dei uma boa gorjeta aos membros da orquestra do salão, ao DJ da discotéque e qo trio do bar, para que toda vez que eu entrasse no ambiente eles tocassem La Vie en Rose… ela adorou e sempre comentava> “Nossa!… a nossa música!!”… alguns anos atrás, eu embriagado contei a ela que havia subornado os músicos para isso, pensando que ela iria me achar o máximo… porém ela ficou furiosa por eu ter quebrado o encanto daquela situação… Homens e Mulheres realmente são muito diferentes…

 

Agradeço a Deus essa sorte que tivemos e à Nazira por sua companhia a meu lado. Ela me deu os meus melhores amigos:

Que me deram esses netos maravilhosos que me mantêm em forma… e hoje são a minha maior alegria…

Aqui a gravação em ritmo entusiasmado da ZAZ que é um show também… Grazie Ná.

Deixe um comentário