Acontece

ETEC Benedito Storani

Meu amigo Marcio Marson, ex-Marson, ex-Miolo, ex-Bueno e hoje consultor, me convidou para conhecer a ETEC Benedito Storani, afinal ele era avô de sua esposa. Foi uma grata surpresa. A área é enorme, mais de 260 hectares. abriga uma enorme horta orgânica certificada que fornece alimentos para cesta básicas de Jundiaí e é tocada pelos estudantes.

Mas o mais legal mesmo foi ver o entusiasmo do Eduardo Alvares, Diretor licenciado temporário da ETEC para atuar como Secretário do Turismo de Jundiaí, com a implantação da escola técnica de Enologia e Vinicultura. Falta apenas os equipamentos para a implantação total da unidade que já leciona, mas vinifica de forma absolutamente precária.

Aliás, o Prefeito, Luiz Fernando Machado é hoje o lider da Rede de Cidades Vitivinicolas Paulistas do Estado de São Paulo, ligado com a Frente Parlamentar de Vitivinicultura do Estado de São Paulo, movimentos que nasceram da iniciativa do Deputado Roberto Morais e de Fausto Longo, Presidente do SPVinho.

Eu adoraria que o Governador Geraldo Alkmin e seu Vice, Marcio França, fizessem lá uma visita para ver que trabalho impecável e determinado eles estão fazendo. É fundamental que se instalem os equipamentos que faltam, pois essa ETEC será modelo para o desenvolvimento de novos produtores de sucos e de vinhos finos do Estado de São Paulo. Conto com o bom senso e visão empreendedora do governo.

Eles têm lá além das videiras de americanas, algumas parcelas de vitis vinífera, como esta de Cabernet Franc ou esta abaixo de Syrah

Eles cultivam ainda Sauvignon Blanc e fazem os dois sistemas, o de dupla poda e o normal, para compararem os resultados e mostrarem aos estudantes.

Imaginem o gabinete do governador servindo suco de uva paulista de uma ETEC ou mesmo um Vinho produzido lá como apoio técnico a produtores da região. Não seria o máximo?

O professor Eduardo Alvares já havia falado na Assembléia do Estado de São Paulo, quando lançamos a Frente Parlamentar de Apoio a Vitivinicultura, mas lá não havia tido tempo para conversarmos, hoje não, foi uma visita completa às instalações e o que falta nela e ao campo também. Um trabalho e tanto que espero se complete logo.

Eduardo Alvares, Gilberto Freitas e Adilson Amatto

Eles fazem um trabalho dedicado e apaixonado pelo vinho paulista. Quando o trabalho do SPVinho, com o apoio da Frente Parlamentar e da Rede de Prefeitos Paulistas, se concretizar, essa ETEC terá muito trabalho a oferecer aos novos futuros produtores de vinho de qualidade no Estado de São Paulo.

Agradeço ao Marcio Marson e cumprimento a família Storani pela doação da enorme área que está muito bem destinada.

 

 

Comments

comments