Renato Ratti na Ravin

Quando estive visitando o depósito da Ravin, me deparo com uma Magnum de Renato Ratti. O cara é um ícone do vinho italiano e principalmente do Piemonte.

Poucos sabem, mas Renato Ratti esteve pelo Brasil na década de 60 e inclusive desenvolveu trabalho importante em Petrolina, um dos pioneiros, com Persico Pizzamiglio. Ele era enólogo da Cinzano no Brasil, mas veio o golpe de 64 e voltou para a Itália e fundou sua Vinícola Renato Ratti com seu sobrinho Massimo Martinelli.

Renato Ratti foi o primeiro produtor a engarrafar um Barolo de um único vinhedo, coisa que hoje é comum por lá. Ele foi responsável pelo primeiro mapeamento da região. Renato faleceu em 1988. Hoje é seu filho Piero quem comanda a azienda e que recentemente produziu um documentário sobre o Pai e sobre o que é Barolo. Tomara que venha mesmo para o Brasil e apresentar esse material.

 

Eu adoro esse produtor e todos seus vinhos são deliciosos, embora os meus prediletos custam caro… Roche dell’Annunziata DOCG e o Barolo Marcenasco DOCG.

Seus vinhos hoje estão na Ravin eu gravei com o Roogerio nesse dia, veja:

 

Tagged: , , , , , ,

Deixe um comentário