Javier Gil fala de Bodegas RODA e mais.

 

Tive o privilegio de conhecer e almoçar com o competente e simpático jovem Javier Gil-Albarellos das Bodegas RODA e enólogo da LA HORRA em Ribeira del duero, bodega do grupo e que só tem jovens trabalhando.

O Javier tem 27 anos e é também o Brand Ambassador da marca para a America Latina. Que legal ver um jovem assim tão bem preparado, entusiasmado e feliz com sua carreira na vitivinicultura. Bonito de ver.

 

 

O convite veio do Rogerio D’Avila da Ravin e o almoço foi no Varanda Gril do Shopping Iguatemi JK que estava bombando. Não bastasse a companhia e os vinhos, tivemos o competente serviço do Tiago Locatelli. Realmente um privilégio de quem escreve de vinhos e não de parafusos… Aliás, se eu tivesse uma importadora de vinhos hoje, eu contrataria o Tiago Locatelli como consultor. Mais do que saber fazer um serviço impecável, o Tiago tem um vasto conhecimento do consumidor, fato que seria muito útil a uma Importadora.

 

Nós degustamos tres vinhos: Sela 2010 vinho de entrada das Bodegas RODA, o Corimbo 2011, das Bodegas LA HORRA e o RODA I 2007 de Rioja. Um fato interessante é que eles são vizinhos da Tondonia e completamente diferente em estilo e ambos maravilhosos.  Eu gravei com o Javier sobre esses vinhos, veja a simpatia a desenvoltura e o conhecimento do Javier por seu produto.

 

Eu tenho insistido aqui sobre o desafio que é se vender vinho no Brasil, mais de 22 tributos, burocracia enorme e o mais desafiante: competir com 22 mil rótulos em disputando consumidores que em sua grande maioria não sabem dizer mais que tres castas de uva. Conversei com o Rogério, sobre o desafio de colocar uma marca como RODA no patamar que a qualidade do vinho merece. Veja:

 

Deixe um comentário