50 paus

Encontro Mistral – Zanini

Luis-Henrique-Zanini

 

No último Encontro Mistral, eu saí perguntando a todos os produtores, o que eles achavam que era preciso para se vender mais vinho no Brasil. O mesmo fiz com Luiz Henrique Zanini, um companheiro de lutas pelo vinho no Brasil, incansável crítico das políticas do Setor e produtor da maior qualidade, daqueles enólogos que conseguem por a mão na massa e fazer também seu trabalho pelo Setor.

Seus vinhos Vallontano, você encontra na Mistral e também na Vinci, com o delicioso Espumante Talise, inclusive Abaixo de 50 Paus!! Ambas de Ciro Lilla que tem o maior portfolio de qualidade no Brasil e talvez do Mundo. Veja o que acha o Zanini:

 

 

No site da Mistral você encontra uma justa definição do Produtor:

” Com muita dedicação e perserverança, a pequena Vallontano busca produzir quantidades limitadas dos vinhos que melhor reflitam o terroir e o clima de seus ótimos vinhedos, localizados em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Sua filosofia é muito parecida com a dos pequenos produtores europeus representados pela Mistral.

O talentoso enólogo Luis Zanini produz vinhos em estilo próprio, que buscam a tipicidade e a identidade regionais, sem tentar copiar os tintos de outros países da América do Sul. Por sua boa acidez — característica do clima e do solo — são vinhos talhados para acompanhar comida, e não para degustações. A casa produz dois ótimos espumantes: o Espumante Brut, seco e elegante, um corte de Chardonnay e Pinot Noir; e o Espumante Moscatel, delicadamente adocicado.

Entre os tintos, seu Tannat é muito reputado, tendo sido escolhido um dos cinco melhores vinhos brasileiros por Ed Motta. O saboroso Cabernet Sauvignon é o tinto mais acessível da casa, enquanto os Reserva Cabernet Sauvignon e especialmente o ótimo Reserva Merlot, ambos envelhecidos em carvalho por 12 meses, são exemplos do que a Serra Gaúcha pode produzir de melhor. São todos vinhos de produção muito pequena, com garrafas numeradas.”

Comments

comments