O Aprendiz de Sommelier – Vinhos Brasileiros

Picture 1

Hoje veiculo com alegria o capítulo sobre Vinhos Brasileiros na série O aprendiz de Sommelier.

Eu sempre fui um defensor do Vinho Brasileiro, embora um insistente crítico da desunião do setor e da política equivocada “secondo me” do Vinho Brasileiro, que acho, começa a mudar.

Porém é inegável que ainda hoje o consumidor tem um injusto preconceito com nosso vinho. Fico triste com isso, pois temos vinhos excelentes!

Picture 2

Eu fiz uma lista de vinhos que me vieram a cabeça, que consumo regularmente e que sirvo com orgulho a qualquer convidado, brasileiro ou estrangeiro.

Certamente houve esquecimentos, mas passei fácil dos cem vinhos que prometi.

Experimente você também e dispa-se de seus preconceitos, os extrangeiros não têm esse preconceito, por que você deveria ter?

Picture 3

Você que é lojista, Sommelier de Restaurante, procure ter em sua carta mais vinhos do nosso país. Há coisa muito boa. Tenha orgulho do seu vinho.

Nesta semana que passou o renomado produtor italiano Josko Gravner esteve no Brasil e provou vinhos brasileiros e ficou admirado por encontrar aqui vinho daquela qualidade e ainda um vinho sincero, que procura expressar terroir de verdade, sem interferências. Falo de Josko Gravner, você vai contestá-lo?

Bem, segue minha lista:

espumante400

Eu fiz uma lista de vinhos que me vieram a cabeça, que consumo regularmente e que sirvo com orgulho a qualquer convidado, brasileiro ou estrangeiro.

Certamente houve esquecimentos, mas passei fácil dos cem vinhos que prometi.

Experimente você também e dispa-se de seus preconceitos, os extrangeiros não têm esse preconceito, por que você deveria ter?

Você que é lojista, Sommelier de Restaurante, procure ter em sua carta mais vinhos do nosso país. Há coisa muito boa. Tenha orgulho do seu vinho.

Nesta semana que passou o renomado produtor italiano Josko Gravner esteve no Brasil e provou vinhos brasileiros e ficou admirado por encontrar aqui vinho daquela qualidade e ainda um vinho sincero, que procura expressar terroir de verdade, sem interferências. Falo de Josko Gravner, você vai contestá-lo?

Bem, segue minha lista:

Espumantes:

Todos do Eduardo Zenker: (Espirito Pacomico, Inusitado, Cárico, Lúdico)

Estrelas do Brasil (todos)

Era dos Ventos

Vallontano todos. Especialmente o Zanini LH

Darricarrere Ancestral

Dom Giovanni Reserva Ouro

Cave Geisse (todos, inclusive a linha Amadeus)

Adolfo Lona (todos, especialmente seu rosé)

Pizzato Brut

Aurora Pinot Noir

Marcus James Brut

Dal Pizzol Brut Rosé

Déxima Brut Rosé

Lírica Hermann

Salton Brut Ouro, Gerações, Evidence

Miolo Cuvée Tradition

Miolo Millésime D.O.

Valduga (todos) inclusive um Prosecco champenoise.

Chandon (todos) lamento nnao existir mais o “rouge”

Rio Sol Rosé

Santa Augusta Rosé

Ponto Nero Moscatel

Guatambú

 

Vinhos :

Era dos Ventos Peverella e todos os Era dos Ventos t

Domínio Vicari Riesling Itálico e todos os vinhos do Domínio Vicari: Ribolla Giala, Sauvignon Blanc, Merlot, sangiovese.

Arte da Vinha de Eduardo Zenker (todos)

FVLVIA Sauvignon Blanc do Atelier Tormentas e todos os vinhos do marco Danielle.

Provincia de São Pedro (todos)

Estrelas do Brasil  Dall’Agnol Sauvignon Blanc Fumé, DMD e Superiore.

Cordilheira de Santana (principalmente o Gewürztraminer e o Chardonnay)

Pizzato Merlot DNA e Pizzato Chardonnay

Lidio Carraro (todos, destaque para Nebbiolo, Teroldego e Chardonnay)

Salton Volpi Merlot, Gewürztraminer. Salton Talento, Desejo, Septimum, Paradoxo Cabernet, Paradoxo Merlot, Salton Intenso Merlot Tannat. Salton Intenso Licoroso.

Miolo: Tannat Vinhas Velhas (Campanha Gaucha), Alvarinho (Campanha Gaucha), Lote 43, Miolo Cuveee Giuseppe Cabernet Sauvignon, Castas Portuguesas.

Valduga: Raizes Sauvignon Blanc,  Raizes Cabernet Franc, Gran Reserva Raizes Corte, Valduga Arinarnoa, Valduga Marselan.

Vallontano (todos), especialmente o Oriundi.

Don Laurindo (Gewürztraminer, Tannat, Merlot)

Barcarola Teroldego

Valmarino Cabernet Franc

Os Experimentos do Bettú

Dal Pizzol Enoteca

Guatambu Rastros do Pampa

Luiz Argenta Cuvée Cabernet Sauvignon e Merlot

Hermann Matiz Alvarinho

Villa Francioni Sauvignon Blanc e o Rosé e Joaquim.

Villagio Grando (todos)

Sanjo Sauvignon Blanc, Rosé e o tinto Maestrale

Kranz Rosé.

Imortali Santa Augusta Biodinâmico

Vinha Unna (todos)

De Lucca (todos)

Carrau Velho do Museu (todos)

Elephant Rouge

Serena Pinot Noir, o primeiro vinhedo biodinâmico do Brasil

Vinhetica rosé de projeto sustentável na Campanha Gaucha

Entre Vilas de São Bento do Sapucai em São Paulo.

Baú Syrah de São Bento do Sapucaí em São Paulo.

Primeira Estrada, vinho mineiro, excelente Syrah de Tres Corações

Intrépido e Bandeiras, vinhos produzidos em Goiás

 

Então gente, com eventuais esquecimentos, minha lista passou fácil de cem vinhos brasileiros. Você conhece todos eles? Está disposto a experimentá-los com indpendência ideológica ou preconceitos? Faça isso, quem sai ganhando é você mesmo. Saúde!!

Tagged: , , , , , ,

Deixe um comentário